Ir para conteúdo


Foto

Analisando e Aprendendo com as próprias derrotas


  • Por favor, faça o login para responder
Não há respostas para este tópico

#1 Asura

Asura

     

  • Administrador
  • 936 posts
  • PateontologicoXX
  • usagiqn

Postado 01 fevereiro 2017 - 19:13

1485986050.png

 

 

Nage é um dos melhores jogadores de Guilty Gear no Japão e joga com o personagem Faust, ele ficou em 2º lugar na EVO 2015 e em 2º na Arc Revolution Cup 2014 em GGXrd. Ele escreveu um texto mostrando em detalhes como ele analisa suas próprias derrotas para melhorar. O texto foi traduzido e dá insight de como os jogadores podem pensar sobre suas derrotas. Apesar de alguns aspectos abordarem GGXrd, o texto é aplicável para qualquer outro jogo de luta.

Esta é uma compilação de como analiso "Por que eu perdi" e como corrigir isso. O texto será dividido em: descobrir "Por que eu perdi"; "Quando eu penso sobre isso; e "Filosofia de como consertar os problemas". Estes são meus pensamentos como "Um jogador que quer resultados em torneios", e seria ótimo se este texto puder inspirar outras teorias.
 

Descobrindo "Por que eu perdi"

 
Sempre "Procuro os motivos de minhas derrotas". É por causa desses 3 pontos que sempre procuro:

  • O que leva a "perder" é devido a vários fatores em uma única partida, e eu quero encontrar o maior número de fatores possíveis
  • Evitar situações difíceis, criar teorias de como prevenir ditas situações
  • Determinar detalhadamente o problema, ser capaz de encontrar contra táticas mais facilmente

Por exemplo: "Primeiro round, levei um setplay até morrer e perdi o round".
 
"Levei um setplay até morrer" = "Fui derrubado e perdi"

  • Qual golpe me derrubou?
  • Por que levei aquele golpe?
  • O que posso fazer para me prevenir de ser acertado por este golpe?

"Levei um setplay até morrer" = "Não pude sair do setplay"

  • Por que não pude sair?
  • Havia algo que poderia ter feito para sair?
  • Onde deveria ter usado meu burst?
  • Como usei minha barra?
  • Será que poderia ter mudado a situação se priorizasse ganhar barra?

 
E dessa forma, mesmo em um round que terminou tão rápido, eu tento pensar em vários pontos que podem ser melhorados. Se o round não acabou instantaneamente, então há mais o que se pensar.

Antes de analisar "O que fazer em uma situação difícil" eu penso "O que fazer antes da situação difícil". Aqui vai um exemplo fora do jogo, mas "se você dormiu demais e chegou ao trabalho tarde", antes de pensar sobre "como se preparar mais rápido depois de acordar", é melhor pensar "como evitar dormir demais". E então você pode pensar no que fazer depois de dormir, isso pode te acalmar um pouco também.

Eu penso sobre como evitar situações perigosas, e então penso no que fazer em uma situação perigosa. Após criar alguns pontos, eu foco no que deve ser consertado primeiro, e então faço um protocolo para seguir. Há limites do tanto que posso pensar ao mesmo tempo, então priorizo o que acho mais efetivo:
 
 

Quando pensar sobre "Por que perdi"

  • Durante a partida (esteja atento).
  • Assistindo replays
  • A qualquer hora uma ideia pode aparecer do nada
  • Outra pessoa te falar

Para mim são apenas estes 4. (1) acontece durante a partida e geralmente leva a derrota. (2), eu acho que assistir a si próprio em terceira pessoa é beneficial. Assistir suas próprias partidas permite que você pense "O que eu deveria ter feito". (3) acontece aleatoriamente, e quando ocorre eu escrevo um lembrete para não me esquecer, e possa testar depois.
Eu dou meu melhor para pensar em soluções por mim mesmo, mas se você achar que sua percepção é curta, procure um jogador de confiança para ficar de olho em você.
 
Há horas em que as derrotas se acumulam (e você fica deprimido), e você não será capaz de pensar "Por que eu perdi". Quando isso acontece (1) se torna impossível de fazer. Você pode tentar se acalmar pensando profundamente nos motivos, mas se não funcionar dê um tempo. Faça outras coisas para se acalmar, e então pense "Por que perdi".
 
Mesmo quando estou ganhando, eu as vezes penso sobre "Se eu fizer isso e ele fizer isso, eu posso perder, então devo pensar sobre o que fazer quando ele fizer aquilo".
 

Do que estou consciente quando conserto o problema

 
Primeiro, consertar o motivo da derrota não leva diretamente à "vitória". Como dito antes, "O que leva a perder são múltiplos fatores em uma única partida". Mesmo se você arrumar um problema, as vezes você perderá por razões diferentes. Vencer é ótimo, mas mesmo se perder de novo é melhor dizer a si mesmo "Sou capaz de fazer algo que não pude antes", e prezar seu próprio crescimento como jogador.

Eu acho que a mentalidade "Tou ralando de jogar mas parece que não melhoro" vem do rompimento da motivação de "se divertir", então não importa se vencer ou perder, ter uma atitude positiva quanto ao seu crescimento é a chave.
 
Se você eliminar as razões das derrotas uma por uma, mesmo que os resultados não sejam imediatos, no futuro seu winrate se estabiliza e você fica mais confiante nas suas decisões (abre uma perspectiva mais ampla).
 
 

Pense "Você nunca pode evitar a derrota"

 
Não importa o quanto você conserte, se estiver lutando contra um ser humano é impossível ter um winrate de 100%. Com isso em mente, para ser capaz de vencer torneios e partidas de alto nível, é importante eliminar situações incertas (ter contramedidas) uma por uma.
 
Meu objetivo é "Ter resultados no torneio", então para alcançar isso eu pratico pensamento crítico durante partidas casuais, para ser capaz de fazer minhas decisões com confiança durante torneios. E é isso aí.
Resumo: Jogo sempre pensando a longo prazo.
 
 
Obrigado por ler!
 
Fonte: Dustloop


  • 0




0 usuário(s) está(ão) lendo este tópico

0 membros, 0 visitantes, 0 membros anônimos